Cabernet Sauvignon

Cabernet Sauvignon
Esta variedade é uma das mais conhecidas do mundo. Foi documentada na França já em 1635. Em todo o mundo, cerca de 165 mil hectares desta variedade são cultivados.

Histórico

Cabernet Sauvignon é um cruzamento entre Cabernet Franc e Sauvignon Blanc, cultivada no sudoeste da França no século 17.

Cultivo

Esta uva é uma das variedades de amadurecimento tardio. Os bagos têm uma pele bastante espessa, contendo muitos pigmentos e taninos, o que dá ao vinho uma cor escura e é ideal para o envelhecimento em barris de carvalho. O alto teor de tanino e a acidez própria do Cabernet Sauvignon dão aos vinhos - em especial os de melhor qualidade - um grande potencial de envelhecimento. Com exceção dos vinhos mais simples, o Cabernet Sauvignon deve ser devidamente armazenado durante vários anos antes de ser degustado.

Importância

Sua melhor expressão na Europa se dá na França, em Bordeaux, em especial na Margem Esquerda da Gironde, habitualmente em cortes com as outras uvas do corte bordelês, nomeadamente Merlot, Cabernet Franc, Malbec e Petit Verdot. Também se expressa muito bem em Portugal, Espanha e Itália (Toscana). No novo mundo, o Cabernet Sauvignon é frequentemente usado como variedade pura. O Cabernet Sauvignon é muito bem adaptado para o amadurecimento em barris de carvalho, fazendo com que os taninos se tornem mais macios e o vinho mais redondo.

Vinificação / Aromas e Sabores

Os vinhos de Cabernet Sauvignon têm grande caráter e possuem o sabor típico de groselha negra (cassis), cerejas negras, muitas vezes uma ligeira nuance de menta, muitas vezes com um toque de baunilha e aroma de carvalho. Uma característica especial da variedade é que a paleta de aromas e o sabor do vinho permanecem distintos em diferentes condições climáticas e de solo.

Enogastronomia

Os vinhos de Cabernet Sauvignon são apropriados para carne assada bovina e cordeiro com molhos escuros.

Desc

2 itens

Ver como Grade Lista
por página
Desc

2 itens

Ver como Grade Lista
por página
To Top