Em estoque
SKU
FR01.20.06

Gevrey Chambertin Cuvée Père Galland, AOC - Jean-Michel Guillon

R$632,00

Jean-Michel Guillon sempre era um apaixonado por vinhos da Borgonha. Em 1980, ele decidiu encerrar sua carreira na aeronáutica para se dedicar a vinhedos de Gevrey-Chambertin, uma das melhores regiões do mundo para Pinot Noir. Desde o início, o seu objetivo sempre foi produzir vinhos de altíssima qualidade. Sem dúvida, ele conseguiu: hoje, o Jean-Michel Guillon é presidente da associação de viticultores em Gevrey-Chambertin, e é reconhecido entre os cinco melhores produtores da região.

Este cuvée foi chamada "Père Galland" em homenagem ao conselheiro de Jean-Michel Guillon que o mostrou como deve ser feito um grande vinho da Borgonha. E foi um sucesso - isto é uma ícone da Borgonha. Vinho de cor vermelho-rubi, com reflexos violáceos. Aromas de frutas escuras, como cassis e amora, com notas de menta e carvalho. Na boca, o vinho mostra-se frutado, com uma textura muito agradável, notas minerais e taninos de boa qualidade. Um vinho com ótimo potencial de guarda.

Calcule seu frete

País: FRANÇA
Região: Borgonha
Localidade: Gevrey-Chambertin
Produtor: Dom. Jean-Michel Guillon et Fils
Vinho: Tinto
Casta: 100% Pinot Noir
Safra: 2012
Maturação: 18 meses em barris franceses novos.
Nível: Appellation Village
Temperatura de Serviço: 16° a 18°C
Potencial de Guarda: 2030
Teor Alcoólico: 13%
Tipo de garrafa: Borgonhesa
Fechamento: Rolha
Pontuação: Burghound 87-91 Pts.
750ml 

Terroir e vinificação
Vinhedo de Gevrey-Chambertin, do cru “Les Crais”. Solo composto de carbonato marinho, entre 260 e 300 metros de altitude. Colheita manual. Maceração e fermentação com temperatura controlada, seguindo método do maestro de adega Freire (Père) Galland, que ensinou o viticultor Guillon. Maturação em carvalho francês novo, selecionado pelo proprietário-viticultor, que também define o grau de tostagem. Maturação de 18 meses em barris de carvalho francês de primeiro uso.

Vinhedo
Vinhedos da apelação “village” de Gevrey-Chambertin, o “lieu dit” se chama “Les Crais”. Adeptos da viticultura minimalista, na linha da “Lutte Raisonnée”, onde os herbicidas, fungicidas ou pesticidas só estão usados quando absolutamente necessários. O solo é cultivado por trabalhos manuais, com uso de animais (cavalos).
Harmonização
Sugestão: Carré de cordeiro, carnes e aves assadas ou em guisados, cogumelos porcini, peito de pato, frango ao vinho ou coq au vin, peru, perdiz, risoto de perdiz, codorna fechada, arroz de forno, pratos à base de carne de coelho, peixes estruturados, pescada meunière, quiches, presunto, refogado de carne de boi, javali.
Mais informações
TipoTinto
PaisFrança
Pontos pelos críticos92
Safra2012
AssinaturaNão Disponível
Escreva sua Própria Avaliação
Only registered users can write reviews. Please, Sign in or create an account