Vinhos Ca'Rugate

Vinhos Ca'Rugate

No início do século passado, Amadeo Tessari aluga uma osteria num pequeno vilarejo próximo a Albaredo d'Adige. Ele vende seu vinho que, até então, era produzido  para o consumo da família. Durante a Primeira Guerra Mundial, ele volta muito doente do fronte e falece. Sua viúva, Dona Adele, continua o negócio até nos anos 1930. Nesse período, seu filho Fulvio assume o trabalho iniciado pelo pai. Ocupa-se da viticultura e compra vinhedos mais prestigiosos nas colinas de Rugate. Em 1950, adquire os primeiros vinhedos em Monte Fiorentine. Nos anos 1980, com a ajuda de seu filho Amedeo, amplia a vinícola e promove seus vinhos em território nacional.

Em 2001, o filho de Amadeo, Michele Tessari, entra na vinícola. Ele moderniza as instalações, e são adquiridos vinhedos na Valpolicella, nas colinas de Montecchia di Crosara. A qualidade dos vinhos se supera ainda mais, conquistando nesta quarta geração o mercado internacional.

A região do Soave foi delimitada já em 1931 e se tornou a primeira DOC, e posteriormente DOCG (Soave Classico) do Vêneto. O Valpolicella ganhou reconhecimento pela qualidade sobretudo dos vinhos de uvas que sofrem o processo de apassimento: o famoso Amarone, e o menos conhecido Ripasso.

No caso de Ca' Rugate, também o seu Valpolicella Superiore Campo Lavei é feito com o processo de apassimento. Assim pode ser considerado como um “Baby-Amarone”, pelo menor tempo de apassimento das uvas que o Amarone.

Desc

5 itens

Ver como Grade Lista
por página
Desc

5 itens

Ver como Grade Lista
por página
To Top