Uva Riesling na Austrália e na Nova Zelândia | Semana Riesling

Uva Riesling na Austrália e Nova Zelândia

Uva Riesling na Austrália

Com clima e solos muito variados, é praticamente impossível que a Austrália não encontre um local adequado para alguma casta vinífera.

Não foi diferente com a casta Riesling: embora tenha sido a uva branca mais plantada no país até a década de 1990, agora ela se concentra em regiões onde está bem adaptada.

Os Rieslings mais prestigiados vêm da macrorregião de South Australia, especialmente de Clare Valley e Eden Valley.

Este último, embora seja próximo da região de Barossa, com seus Syrahs de clima quente, tem algumas áreas mais frias, nas encostas, que produzem Rieslings de muito boa qualidade.

Clare Valley, mais ao norte, tem condições ótimas para a casta, que produz Rieslings secos fragrantes, com boa capacidade de envelhecimento.

Riesling na Nova Zelândia

Na Nova Zelândia, a Riesling dá bons resultados em Marlborough, a maior região vitivinícola do país, embora ainda esteja muito longe de alcançar a popularidade da Sauvignon Blanc.

Também são reconhecidos os Rieslings de Central Otago, a área de produção de vinhos mais meridional do mundo.

Ali também não ocupa a posição principal, que é da Pinot Noir.